notícias COVET | LISTAR TODAS

Quando o bem-estar é mais importante do que a visão

25/11/2016

Imagine você sentir uma dor todos os dias. Agora imagine nenhum remédio dar alívio. A dor permanente provoca irritabilidade, altera o humor e pode levar à depressão.
Com os animais não é diferente. Foi assim com a Lara, uma shitzu apaixonante, que aos 4 anos conheceu a equipe do Covet.

Essa pequena peluda chegou para consulta com sua tutora, dona Leda Maria, em setembro de 2014. Seu olho esquerdo apresentava vermelhidão, inchaço e o incômodo e dor eram evidentes. Lara tornou-se apática e retraída.

Os exames clínicos identificaram a pressão intra-ocular muito alta e diagnóstico de glaucoma primário. Lara já não enxergava mais do olho esquerdo.

"Fizemos outros exames para pesquisar qualquer alteração sistêmica e ultrassom intra-ocular. O objetivo imediato era restabelecer o bem-estar da Lara e regular a pressão. A resposta positiva apareceu e iniciamos um tratamento preventivo no olho direito", conta a Drª Samantha Crosio Padeiro.

O glaucoma, explica Samantha, é uma doença grave, caracterizada pela elevação da pressão intra-ocular e pela morte de células da retina e do nervo óptico. Provoca muito desconforto ao animal e, como não há ainda procedimento cirúrgico eficaz, torna-se um grande desafio para a oftalmologia veterinária. A cegueira provocada pela doença é irreversível.

Alvo de um amor dedicado, Lara passou a ter acompanhamento clínico e a pressão intra-ocular ficou controlada. Entretanto, cinco meses depois, dona Leda retornou com a pequena shitzu ao Covet. O mesmo olho, com pressão sob controle, apresentava secreção e uma úlcera de córnea. 

Uma nova batalha foi iniciada não para salvar a visão, que já havia sido perdida, mas para evitar o agravamento das condições oculares. Felizmente, com o tratamento, a úlcera cicatrizou-se, mas, dois meses depois, em exame de controle, verificou-se que a pressão intra-ocular estava descompensando. "O controle da pressão é um desafio para nós. Altos níveis geram muita dor e em algumas situações não há resposta positiva com medicamentos. Foi o que ocorreu com a Lara nesta ocasião", afirma Samantha.

Assim, em abril de 2015, a equipe optou por remover o bulbo ocular esquerdo, uma vez que a dor e o desconforto eram grandes e a pressão não cedia ao tratamento. Lara já convivia com a cegueira e, portanto, sua adaptação no pós-cirúrgico foi tranquila e seu comportamento começou a mudar gradativamente. Voltou a brincar e ser alegre, mas uma nova batalha iria começar.

Decisões difíceis e escolhas por amor

Em março de 2016, um ano depois, Lara voltou para o controle de rotina no Covet. O olho direito, alvo de monitoramento, apresentava vermelhidão. Os exames indicaram também glaucoma. Foi uma nova jornada para controlar a pressão e aliviar a dor. Nessas horas, o amor pelo animal sempre é colocado à prova. O tratamento envolve uma dedicação extrema na observação e aplicação de medicamentos. E chega o momento de decisões difíceis tanto para a família quanto para a equipe médica.

Segundo Samantha, o glaucoma é uma doença perversa, pois o tratamento clínico foca no controle da pressão intra-ocular para reduzir a dor do paciente. Mas a cegueira é inevitável futuramente. "Ainda não dispomos de uma substância capaz de impedir a morte das células da retina. Procuramos retardar o processo, mas, no caso da Lara, em um ano o controle tornou-se ineficaz". Em razão do quadro de dor, decidiu-se pela enucleação do globo ocular. A cirurgia de remoção ocorreu em agosto deste ano e foi um sucesso, bem como o pós-operatório.

Lara voltou a brincar e nas consultas mostra sua alegria correndo no consultório. Como a perda de visão foi gradativa, mesmo antes da cirurgia, ela adaptou-se bem.
Garantir alívio da dor a qualquer animal é um dever de médicos e tutores. Mudanças de comportamento, irritabilidade, olhos vermelhos podem indicar doenças sérias e muita dor. Por isso é fundamental levar o cão ou gato para uma avaliação oftalmológica a qualquer mudança e manter uma rotina de visitas quando detectado algum problema.



Covet © 2010 | 2019

RUA PARAIBA, 18 - POMPEIA - SANTOS | SP - TELEFONE (13) 3225-1368